Os mercados mundiais estão evoluindo de forma tão rápida e feroz que, acompanhar tais alterações, torna-se um imperativo de sobrevivência às organizações. Tais mudanças, impulsionadas principalmente pelas tecnologias em rede e pela liberalização dos fluxos financeiros em escala global, conduzem as empresas à Era da Hipercompetição.

Com isso chega-se a um verdadeiro ponto de inflexão onde apenas as organizações capazes de se adequarem a este cenário sobreviverão.

Mas afinal, o que é transformação organizacional?

Transformação organizacional deve ser entendida como um processo na busca de superação dos desafios do século XXI. Para tanto, as organizações precisam repensar as suas próprias estruturas. Se trata do processo de transformar a governança empresarial numa estrutura adaptável para a realidade de mudanças exponenciais do mercado atual.

O atual cenário impõe organizações mais flexíveis e fluidas, mais horizontalizadas e menos verticalizadas, mais voltadas para os resultados do que para processos.  Neste sentido, as organizações precisam romper com as estruturas organizacionais rígidas e a burocracia imperante em seus processos.

Segmentar, departamentalizar, criar estratos e mais estratos na linha de comando, tudo isso tende a engessar e inviabilizar a tomada rápida de decisão.

Portanto, a transformação organizacional deve promover uma alteração estrutural não apenas no desenho do organograma mas, principalmente, na forma de pensar e agir de seus colaboradores.

Vale registrar que isso nem sempre é fácil, principalmente quando estamos falando de organizações mais tradicionais. Operando há anos da mesma forma, com a mesma estrutura organizacional e com uma cultura organizacional bastante sedimentada, as mudanças muitas vezes assustam.

No entanto, é indispensável ter a clareza de que a transformação organizacional é inevitável. Do contrário, estruturas rígidas tendem a romper quando sofrem um grande impacto.

Massimus – uma importante parceira na transformação organizacional

Para se atingir a flexibilidade e a fluidez necessárias à sobrevivência das organizações neste cenário de hipercompetição, dominar certas ferramentas e conceitos torna-se indispensável.

Agile, Scrum, Radical =Management, b=Beyond Budgeting são apenas alguns dos frameworks, métodos e conceitos que ajudam a promover a transformação organizacional.  

Mas, para que tais conceitos e ferramentas realmente saiam do papel e de fato promovam a tão necessária transformação organizacional, uma sólida formação acadêmica é fundamental.

Uma formação sólida e consistente é condição sine qua non para que este ferramental seja incorporado de maneira orgânica. Este arcabouço teórico só passará a ter algum valor quando passa a ser incorporado de forma natural por todos os gestores e membros da organização.

E neste quesito a Massimus tem muito a oferecer. Com um corpo docente altamente qualificado e com a melhor metodologia de ensino do mercado, a Massimus é uma das poucas empresas brasileiras autorizadas a certificar em nome da Scrum Alliance.

São diversos cursos e treinamentos tanto In Company, em turmas regulares e on-line via EAD, que garantem o reposicionamento das empresas para os desafios do século XXI.

Fundada em 2007, a Massimus acumula larga experiência e atuação não apenas no Brasil, atuando também na Europa, Ásia, América Latina e Estados Unidos.

Benefícios e impactos da transformação organizacional no mercado brasileiro

Foi-se o tempo em que os mercados nacionais eram fechados e relativamente protegidos das oscilações externas. Organizações que busquem sobreviver aos novos desafios dos tempos precisam, portanto, criar uma estrutura e uma mentalidade voltada para o cenário global.

E os exemplos mais cabais da importância de um desenho organizacional desburocratizado, flexível e com poucos níveis hierárquicos vêm das startups brasileiras.

Com uma forma mais leve e horizontalizada na interação entre seus colaboradores, elas conseguem criar a sinergia necessária para criar, crescer e se destacar da concorrência.

Transformação organizacional é urgente

Como trouxemos, apenas as organizações que conseguirem se remodelar para responder aos desafios de um cenário mundial hipercompetitivo sobreviverão.

A burocracia e a hierarquia rígidas impedem respostas rápidas e eficazes e fazem com que as organizações percam tempo e recursos em formalismos desnecessários e contraproducentes. Romper com o pensamento verticalizado e segmentado, que represa talentos e impede a livre comunicação dentro das organizações é, portanto, urgente.

E para tanto, a forma mais rápida e segura para transformar as organizações é contar com quem entende do assunto. Entre agora mesmo em contato com a Massimus e obtenha todo o apoio necessário para colocar a sua organização e a sua equipe no topo desta acirradíssima disputa.

× Como posso te ajudar?